Unidade Vila Velha - Av Champagnat, 645, SL 403, CEP 29.101-390, Praia da Costa - Vila Velha - ES

Unidade Serra - R Mantena, S/N, QD P , LT 033, CEP 29.170-002, Nova Carapina I, Serra/ES

(27) 3109 - 8000

(27) 3109 - 8000

(27) 3109 - 8000

(27)3109-8000

SPDA Sistema de proteção contra descargas atmosféricas

SPDA Sistema de proteção contra descargas atmosféricas

SPDA Sistema de proteção contra descargas atmosféricas O que é SPDA? A instalação dos Sistemas de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) é uma exigência do Corpo de Bombeiros, regulamentada pela ABNT segundo a Norma NBR 5419/2005, e tem como objetivo evitar e/ou minimizar o impacto dos efeitos das descargas atmosféricas, que podem ocasionar incêndios, explosões, danos materiais ,etc Para um SPDA ser bem projetado, é necessário considerá-lo desde o projeto da construção. Assim, é possível aumentar a eficiência e reduzir custos, visto que não será necessário fazer adaptações após a obra ficar pronta para instalar o sistema. Alguns softwares podem auxiliar no projeto, como: – QIspda: é um software que conta com um sistema de verificação visual do dimensionamento. É possível visualizar se a estrutura está totalmente protegida ou não. O software permite, ainda, dimensionar o projeto pelos métodos da gaiola de Faraday, Franklin e eletrogeométrico. Ele também gera o memorial de cálculo, tudo em concordância com a NBR 5419/2015. – CADPROJ Elétrica: esse software auxilia no desenho, análise, classificação de risco e etapas complementares para os métodos de Faraday, Franklin e eletrogeométrico. O dimensionamento é feito de acordo com a NBR 5419/2015 – Autopower: o módulo do SPDA também é adequado à NBR 5419/2015. Ele permite que o usuário dimensione o sistema manipulando as áreas que serão protegidas. Quando usar SPDA? A utilização de SPDA é uma exigência do corpo de bombeiros em edifícios com mais de 30 metros de altura e instalações comerciais e industriais, com mais de 1500 m² de área construída, também é exigência em áreas destinadas a depósitos de explosivos e inflamáveis, e também em outras edificações a critério do Corpo de bombeiros. Quem pode assinar projeto de SPDA? Segundo a Decisão Normativa 070/2011, os profissionais que podem exercer atividades de projeto, instalação e manutenção de SPDA são: engenheiro eletricista, engenheiro de computação, engenheiro mecânico-eletricista, engenheiro de produção – modalidade eletricista, engenheiro de operação – modalidade eletricista Art. 1º As atividades de projeto, instalação e manutenção, vistoria, laudo, perícia e parecer referentes a Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas-SPDA, deverão ser executadas por pessoas físicas ou jurídicas devidamente registradas no CREA. Como saber se uma edificação precisa de SPDA? Necessidade de SPDA – Verifique você mesmo locais de grande afluência de publico; locais que prestam serviços públicos essenciais; áreas com alta densidade de descargas atmosféricas; estruturas isoladas, ou com altura superior a 25m; estruturas de valor histórico ou cultural. – Inspeção A inspeção de um SPDA deve ser feita durante a construção da estrutura, após a instalação do sistema, após alterações ou reparos ou quando houver suspeita de que a estrutura foi atingida por uma descarga atmosférica. Além disso, deve ocorrer inspeção semestral que aponte pontos deteriorados no sistema e, periodicamente, deve ser realizada uma inspeção por profissional habilitado e capacitado, emitindo documentação pertinente, em intervalos de um ano para estruturas contendo munição ou explosivos, ou em locais expostos à corrosão atmosférica severa, e 3 anos para as demais estruturas. Porém, vale ressaltar que é necessário consultar as normas estaduais e as do Corpo de Bombeiros para verificar se não há um prazo mais restritivo. Qual é periodicidade da inspeção de um PARA RAIO – SPDA? A periodicidade varia para cada edificação e seu risco, assim como a atividade a ser realizada. Separamos os principais pontos sobre a periodicidade em edificações comuns. Inspeção visual Esta inspeção é necessária a todos que possuem o PARA RAIO – SPDA instalado. Deve ser realizada a cada 6 (seis) meses. Com emissão de relatório um apontando eventuais pontos deteriorados. Inspeção completa com medições Esta inspeção ela é diferenciada pelo tipo de estrutura e seu conteudo. Basicamente separado em duas periodicidades diferentes. Estruturas que contenham explosivos, locais expostos à corrosão (regiões litorâneas, industrias com atmosfera agressiva) ou fornecedores de serviços essenciais (energia, água e comunicações) Para estas estruturas são necessárias as inspeções e ensaios a cada 1 (um) ano. Com emissão de Laudo Técnico. Realizado por um profissional devidamente qualificado, com CREA e emissão de ART. Ainda, o profissional que elabora a documentação deve indicar um prazo de manutenção, seja ela imediata ou preventiva. Riscos Não contar com um SPDA que esteja de acordo com a norma pode sair muito mais caro para o condomínio do que o valor da vistoria semestral. Veja abaixo algumas situações que podem ocorrer no seu condomínio caso o equipamento não esteja funcionando corretamente e a edificação sofra uma descarga atmosférica: Risco de morte / choques: Existe a possibilidade de que um morador ou funcionário seja atingido por um raio, caso esteja na cobertura e o local não conte com o aterramento adequado. Também há a possibilidade de pessoas tomarem choques enquanto manejam eletrônicos ligados na tomada, como secadores de cabelo e celulares carregando na tomada. Queima de equipamentos: tanto do condomínio (placa do elevador, portões elétricos, CFTV), quanto dentro das unidades (eletrônicos e eletrodomésticos ligados na tomada no momento da descarga). Seguro inválido: a seguradora pode se negar a pagar a indenização ao condomínio caso fique comprovado que o SPDA estava fora dos parâmetros legais. O condomínio pode, porém, entrar com ação na Justiça, para que um perito judicial avalie o equipamento. Danos a estrutura da edificação: sem um isolamento correto, um raio poderia romper, com uma explosão, a alvenaria do prédio, derrubando uma parte da estrutura. Importante salientar que o síndico pode ser responsabilizado civil e criminalmente caso fique comprovada sua negligência em executar a manutenção correta dos equipamentos do condomínio e que venham a causar prejuízo à coletividade. A R7 Geradores ,localizada no município de Vila Velha Espírito Santo, possui equipe técnica capacitada com vários anos de experiência no mercado fornecendo soluções eficazes dentro dos mais altos padrões de qualidade para realizar a inspeção, instalação e manutenção do para-raio SPDA bem como emissção de Laudo de acordo com a norma vigente. Somos o serviço autorizado da Multinacional MWM maior empresa do mundo em geradores atendendo em Vila Velha e toda a Grande Vitória.   Fabio Gouveia R7 GERADORES