Unidade Vila Velha - Av Champagnat, 645, SL 403, CEP 29.101-390, Praia da Costa - Vila Velha - ES

Unidade Serra - R Mantena, S/N, QD P , LT 033, CEP 29.170-002, Nova Carapina I, Serra/ES

(27) 3109 - 8000

(27) 3109 - 8000

(27) 3109 - 8000

(27)3109-8000

O que é o gerador entrar em rampa?

O que é o gerador entrar em rampa?

Módulo de controle para geradores O que é o gerador entrar em rampa? O que você precisa saber sobre o módulo de controle para geradores! O módulo de controle para geradores é um equipamento que pode ser utilizado tanto em aplicações simples, como ligar e desligar um grupo gerador, quanto nas mais complexas, como paralelismo, sincronismo e divisão de carga. Para escolher a melhor opção para a sua realidade é preciso entender as necessidades do projeto, como o tipo de funcionamento (manual/automático), as características de controle e proteção, o sistema de transferência e outros aspectos. Ficou interessado pelo assunto? Então, leia nosso artigo e obtenha algumas informações sobre as suas funcionalidades, os tipos disponíveis e alguns exemplos de aplicações. Veja as funcionalidades e as vantagens do módulo de controle para geradores Além de fornecer as devidas proteções para o gerador, o módulo permite diversas possibilidades de operação e, principalmente, versatilidade nas aplicações. A partir de então, pode-se atender às diversas necessidades da empresa, como monitoramento a distância, histórico de eventos, alarmes, entre outras funcionalidades. É importante mencionar que o monitoramento a distância permite além da monitoração de variáveis e comandos remotos, o envio de dados por e-mail e SMS. O módulo de controle para grupos geradores auxilia na redução de custos operacionais, pois facilitam o planejamento das manutenções preventivas. E, para isso, é preciso escolher o melhor modelo para agregar maior valor ao seu empreendimento e atender bem à sua aplicação. Saiba quais são os tipos de módulos disponíveis Existem diversos tipos de módulos para diferentes aplicações, como partida manual/automática do grupo gerador (auto Start), partida manual/automática do grupo gerador com detecção de falha na rede (Auto Mains Failure), controle automático/manual da chave de transferência (ATS – Auto Transfer Switch), paralelismo e sincronismo (Synchronising & Lead Sharing Control Module). Conheça agora algumas características importantes sobre cada um deles. Partida manual/automática do grupo gerador (Auto Start) Utiliza-se em aplicações simples, nas quais a necessidade é ligar/desligar o gerador, de maneira manual ou automática e realizar as proteções do mesmo. Partida automática/manual do grupo gerador com detecção de falha na rede (Auto Mains Failure) Esse módulo deve ser utilizado em aplicações onde se necessita monitorar a concessionária. Caso ocorram falhas no fornecimento de energia, o grupo gerador entrará em funcionamento, e realizará a transferência de carga da concessionária para o gerador automaticamente. Dessa maneira, assim que se restabelecer o fornecimento da energia pela concessionária, o controlador permitirá a transferência de carga de volta para mesma. Controle automático/manual da chave de transferência (ATS – Auto Transfer Switch) Quando o gerador já possuir um controlador de partida manual/automático que não monitora a concessionária e haja a necessidade de monitorá-la, será preciso utilizar o módulo da categoria ATS. Dessa forma, deve-se utilizar um controlador no quadro de transferência para monitorar a falha da concessionária, fazendo o controle da transferência de carga entre gerador e concessionária, sem a necessidade de substituir o controlador do gerador. O módulo também pode ser utilizado para realizar a transferência de carga entre duas fontes de energias distintas, como: transferência de carga entre concessionária e geração distribuída (energia solar, energia eólica, entre outras). Paralelismo e sincronismo (Synchronising & Load Sharing Control Module) Esse módulo pode ser utilizado em sistemas nos quais seja necessário o uso de grupos geradores em paralelo, com o objetivo de suprir a demanda local. Como exemplo, podemos citar as usinas termelétricas e o fornecimento de energia para eventos, hotéis e hospitais. Esses módulos podem ser utilizados nas mais diversas aplicações. Veja: 1. Múltiplos geradores como fonte única (usina). 2. Múltiplos geradores em paralelo com a rede. 3. Múltiplos geradores em paralelo com múltiplas redes. 4. Múltiplos geradores em paralelo com diferentes barramentos de carga conectados através de um disjuntor TIE. 5. Gerador Singelo em paralelo com a rede. Veja alguns exemplos de aplicações Conforme supracitado, os módulos de controle para geradores fornecem uma gama diversa de aplicações. Para tanto, listamos, a seguir, alguns exemplos para facilitar o seu entendimento. Veja: Operação em horário de ponta com sistema de transferência em rampa Nessa aplicação o módulo é utilizado para transferir a carga em rampa para o gerador no horário de pico, no qual a tarifa de energia possui valor mais elevado. Assim se torna mais barato utilizar o gerador para suprir a demanda. A função “transferência em rampa” é o grande diferencial desse tipo de produto, pois é uma forma de transferir carga entre gerador e concessionária sem interrupção de energia. Sistema de standby (revezamento) entre grupos geradores Outro tipo de sistema que merece destaque é o sistema de stand by entre grupos geradores. Essa alternativa deve ser utilizada em locais que possuem mais de um grupo gerador que trabalham em redundância, ou seja, se um gerador que está em funcionamento se encontre em condição de falha, o próximo gerador é iniciado para suprir a demanda. Esse tipo de operação pode ser utilizada em geradores que trabalham em paralelo e em aplicações em que cada hora um gerador entra em funcionamento, nunca trabalhando em conjunto. A escolha do modulo de controle O módulo de controle para grupos geradores, utilizado para proteger o gerador e fornecer versatilidades de aplicações, é responsável direto pela redução dos custos operacionais, pois são capazes de facilitar o planejamento da manutenção preventiva. Para isso, é fundamental escolher o melhor modelo disponível, que possa agregar maior valor ao seu empreendimento e atender suas necessidades. Preste atenção nesses pontos, escolha o modelo e colha os benefícios. O que achou do post sobre módulo de controle para geradores? Ficou com alguma dúvida no assunto? Então, entre em contato conosco que teremos prazer em ajudar! R7 GERADORES Vila Velha ES